Lambeth Labour Está Do Seu Lado

Claire Holland, Líder de Lambeth Labour (Partido Labour em Lambeth) com Paulo Pisco (Deputado do PS para o Círculo da Europa) e Diogo Costa (Candidato a Vereador de Oval pelo Partido Labour)

Nas últimas eleições, os Trabalhistas (Partido Labour) tiveram a honra de ter sido encarregados de dirigir o Município de Lambeth. Apesar de uma década de cortes por parte dos Conservadores e dos impactos devastadores da pandemia de Covid-19, cumprimos o nosso dever. Na quinta-feira, 5 de Maio, pedimos-lhe que confie novamente em nós e vote nos Trabalhistas para que possamos continuar a trabalhar para si.

Os Trabalhistas estão a concorrer com o nosso mais diversificado conjunto de candidatos de sempre, incluindo candidatos lusófonos e latino-americanos. Acreditamos que o Município de Lambeth deve ser dirigido por pessoas representativas das comunidades que vivem no nosso Concelho – e é exactamente isso que os Trabalhistas estão a oferecer. Não importa se nasceu aqui ou se escolheu este município para viver, os Trabalhistas estarão sempre do seu lado.

Lambeth foi um dos primeiros municípios a reconhecer oficialmente os falantes de português como uma comunidade, de modo a podermos monitorizar a comunidade e satisfazer as suas necessidades. Isto provou ser inestimável durante a pandemia, ajudando-nos a apoiar a comunidade lusófona durante a Covid e a tomar a vacina. Envolvemo-nos fortemente com a comunidade e assegurámos que os cuidados de saúde fossem traduzidos para português e espanhol.

Estamos também orgulhosos do nosso trabalho e apoio à Organização Indoamericana de Refugiados e Migrantes (IRMO), e de tudo o que fazem pela nossa comunidade com educação, aconselhamento de emprego e ajuda financeira. Prestamos homenagem a Lucia Vinzon e à sua equipa. Assim como o trabalho que o Respeito faz para combater a violência doméstica no âmbito das famílias lusófonas e do Centro Comunitário de Falantes de Língua Portuguesa no provimento de um banco alimentar não só para a comunidade lusófona, mas para todas as comunidades do nosso Município.

Nas eleições, Lambeth Labour propõe um programa que responde aos desafios dos lusófonos e de toda a comunidade – o custo de vida, a emergência climática, a habitação, o crime, e a discriminação. Algumas das nossas principais promessas incluem:

  • Construir mais casas sociais para as famílias locais
  • Diminuir o comportamento antisocial e investir em serviços que protejam as mulheres e raparigas da violência
  • Criação de 2.500 aprendizagens novas e maior apoio às pessoas seniores
  • Plantar mais 5.000 árvores, construir 5.000 novos espaços de hangar de bicicletas, e investir £10 milhões em parques e espaços abertos
  • Apoiando o nosso fantástico sector voluntário e comunitário


De particular interesse para a nossa comunidade é a nossa promessa de combater os empregos inseguros e mal pagos e continuar a assegurar o Salário Mínimo de Londres (London Living Wage) para ainda mais locais de trabalho. Por termos assegurado que o SNS (o NHS) em Lambeth pague pelo menos o Salário Mínimo de Londres, já constatamos taxas de remuneração mais elevadas para muitos trabalhadores lusófonos e latino-americanos, mas precisamos disto em toda a parte. E vamos expandir o nosso programa de apoio às crianças de língua portuguesa e espanhola para obter bons resultados na escola.

E estamos empenhados em reconhecer a contribuição da comunidade lusófona e a latino-americana. Lambeth tem ruas com o nome de Portugal, como a Madeira Road, mas queremos assegurar que mais ruas e edifícios marcam as ligações com o nosso povo.

O nosso manifesto completo encontra se em www.lambeth-labour.org.uk.

Na quinta-feira 5 de Maio utilize todos os seus votos para o Labour Party (Partido Labour).